APRESENTAÇÃO

 

O título do projeto é Traços e Cores da História, e pretende retratar a história da região desde antes do Caminho Novo até nossos dias. Será um mural a ser pintado em um grande muro que existe em Mont’Serrat (Paraibuna), bem em frente à Casa do Turista, abrindo o sítio histórico-cultural de Levy Gasparian, logo depois da ponte que liga os estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro.
Iremos produzir esse projeto de maneira orgânica: preparação, execução, finalização. O projeto da pintura será concebido pelo coletivo de artistas, inspirado na rica história da região. Faremos na PRÉ-PRODUÇÃO oficinas para escolher mais cinco artistas aprendizes (assistentes). Assim escolhidos, teremos na EXECUÇÃO cinco encontros do grupo de artistas (mestres, artistas e artistas aprendizes) para conceber o melhor projeto e para alinhar estilos e ritmos. Nesses encontros também serão realizadas palestras e apresentações culturais e históricas para melhor situar os artistas na história da região e exibição de filmes sobre o patrimônio histórico-cultural da região.
Uma vez definido o projeto, executaremos a pintura do mural ao longo de cinco dias do mês de julho, concomitantemente com as oficinas de contrapartida com alunos das escolas públicas localizadas muito próximas ao muro (EE Cel. Antônio Peçanha e EM São João Batista). O mural seguirá uma regular linha do tempo e que será desenvolvida e retratada no grande muro central da cidade na óbvia leitura da esquerda para a direita.
Mas há muito mais por trás dessas “obviedades”. O desenvolvimento dessa proposta está permitindo um censo das artes plásticas na cidade Levy Gasparian e região e um levantamento de suas potencialidades nesta modalidade das artes que se mostrou, sem dúvida, a maior e mais importante expressão artística desse pequeno município fluminense.
Com a execução do projeto Traços e Cores da História vai ser possível potencializar essa tendência e revelar novos talentos. Por isso as oficinas preparatórias, em suas três modalidades (graffiti, arte clássica figurativa e história da arte), permitirão não só um avanço, mas um avanço com qualidade. Não basta pintar a História, é preciso entendê-la, sabê-la e transfigurá-la em traços e cores.


CONCEITO

 

Mistura de traços e estilos, do acadêmico ao grafite para contar a história de Levy Gasparian e de sua importância na formação do País. Situar sua população, principalmente jovens e crianças no contexto histórico rico que faz de Levy um ponto de inflexão do desenvolvimento do Sudeste do Brasil desde o Brasil Colônia até nossos dias.

CRONOGRAMA

 

• Pré-produção: maio a junho
› oficina com alunos e pintura de mural na escola
› oficina para escolha dos cinco artistas assistentes
• Produção: julho a setembro
› oficinas preparatórias de artes plásticas e História
› concepção artística do projeto
› pintura do mural: 2ª quinzena de setembro
• Pós-produção: outubro
› evento de inauguração do mural


JUSTIFICATIVA

 

Comendador Levy Gasparian era até 1991 o distrito de Serraria, do município de Três Rios. Antes (até 1938) havia pertencido a Paraíba do Sul. É um lugar que tem muita História, mas por ser relativamente jovem, o município de Levy Gasparian, ou Levy, como todos aqui o chamam, busca uma identidade própria e que alimente a autoestima de seus moradores. Deste modo, Levy busca desde sua emancipação uma identidade cultural que a defina melhor. A cidade tem grande importância histórica desde o final do século 17, pois foi o principal posto de alfândega entre as Minas Gerais e a Corte.
Apesar dos esforços pedagógicos dos professores da cidade, a população de Levy Gasparian, em sua maioria, não tem a completa visão sobre sua importância histórica e econômica para o País. Por isso esse projeto se justifica, pois visa expor para toda a população através de formação, ações, traços e cores, a história da cidade e sua importância na formação social e cultural da região e do Brasil.


OBJETIVOS

 

• Pintar um mural de 170 metros quadrados no distrito Monte Serrat, na cidade de Comendador Levy Gasparian, RJ, retratando a História da formação social, cultural e política da região.
• Realizar oficinas de artes plásticas com alunos de escolas públicas da cidade para que pintem também um pequeno mural junto aos artistas do projeto e no mesmo local;
• Identificar e promover cinco artistas iniciantes para fazer parte do projeto como artistas assistentes.
• Realizar oficinas de formação em patrimônio cultural, estética, técnicas e história da arte com os 11 artistas participantes do projeto;
• Realizar e exibir um vídeo documentário de making of com 20 min de duração (no mínimo) sobre a realização do projeto (contrapartida);
• Unir crianças, jovens, adultos e idosos no esforço de realizar o projeto e pintar o mural da história da cidade.


PARCERIAS

Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro
Prefeitura de Levy Gasparian
Secretaria Municipal de Turismo e Cultura
Secretaria Municipal de Educação
Escola Municipal São João Batista
Colégio Estadual Coronel Antônio Peçanha
Comércio e indústria locais e da região

Voltar ao Topo