sertão de cinema

oficina evoluções técnicasJá há alguns anos (desde 2008, para ser exato) a Ação Animatographo desenvolve alguns projetos no sertão paraibano, através do colaborador Marcelo Paes de Carvalho, da InCartaz Filmes e Eventos. São produções e oficinas, sempre com o estimado apoio do Centro Cultural do Banco do Nordeste, importante equipamento cultural da região.

Em 2014, foi ministrada a Oficina "Audiovisual Brasileiro: Evoluções Técnicas"

O mercado de audiovisual no Brasil registrou crescimento significativo nos últimos dez anos. Com a nova lei de cotas para a TV, o mercado está cada vez mais competitivo. Nesta realidade, destaca-se quem consegue acompanhar a evolução tecnológica mundial. O audiovisual brasileiro, ainda que visto com olhar preconceituoso por parte da população, vêm ganhando destaque não somente pela qualidade de seus roteiros, locações, ou pela interpretação de seus talentosos atores, mas cada vez mais também nos quesitos técnicos: fotografia, direção de arte, etc. Em "Audiovisual brasileiro - evoluções técnicas", oficina ministrada pelo professor Marcelo Paes de Carvalho (RJ) será exposto e discutida esta nova realidade do mercado nacional.

 

 

bruno Goya So Sinto AmorAproveitando sua passagem pela cidade, Marcelo Paes de Carvalho dirigiu também um curta-metragem, idealizado por um de seus ex-alunos, Saullo Dannylck. O filme chama-se Só Sinto Amor.

Sinopse

Um homem, uma mulher, uma história. A eterna luta entre o amor e o tempo. Nossos dilemas, sonhos, ambições e escolhas não só nos definem, definem também nosso destino. A vida é uma sequência de momentos, onde o passado muitas vezes subjuga o presente e nos mostra que somos o resultado de quem fomos, e do que priorizamos. Jonas, um homem comum, de personalidade forte e determinado, Helena, sua esposa, uma mulher simples, que demonstra por seu marido um amor puro e devotado. Essa relação é colocada à prova quando um deles toma uma decisão que pode mudar os planos que norteariam toda a vida que um dia sonharam. Um filme repleto de questionamentos e emoção, onde a perspectiva sobre o amor em aspectos práticos e filosóficos é mesclada com a cultura regional do nordeste e com a relação de seu povo com esse sentimento tão complexo quanto subjetivo. Duas formas de amor e de amar, que podem ser mais parecidas do que se supõe, se encontram, se separam e depois se misturam. O que buscamos na vida? O que queremos lembrar no fim de tudo? O que gostaríamos de sentir ao olhar para trás? Perguntas que encontram respostas diferentes em cada um de nós e que são feitas e refeitas em cada segundo dessa história.