são josé das culturas

PRÊMIOS ALCANÇADOS

    2007      PrÊmio Cultura Viva                               2010  Prêmio Asas       

 

 2011 Prêmio Areté                 2013 Logo Pontos de Memória

 

 

Mosaico São José das Culturas 2013 

ONDE: atuando nas vilas de São José das Três Ilhas, Fortaleza, Porto das Flores, Sobragy e na sede do município de Belmiro Braga, na Zona da Mata de Minas Gerais (21° 56' S / 43° 24' O).

O QUE É O PROJETO

O projeto SÃO JOSÉ DAS CULTURAS constitui-se de ações de capacitação técnica e artística para jovens, adultos e crianças com a ocorrência de oficinas nas áreas de cinema, música, arte dramática, dança contemporânea, artesanato, fotografia e artes populares, com forte atuação junto ao sistema educacional local. Além disto, promovemos a capacitação de jovens produtores e técnicos de audiovisual e eventos de educação patrimonial. O projeto promove ainda a circulação de produtos artísticos comunitários e de fomento e intercâmbio de bens culturais das localidades rurais atendidas em Belmiro Braga, MG: as vilas de São José das Três Ilhas, Fortaleza, Porto das Flores e Sobragy, além da sede do município, que tem apenas 3.450 habitantes e IDH Renda de apenas 0,618. Promovendo qualificação através de práticas e técnicas para gerar produtos culturais autóctones tanto em modalidades modernas quanto nas atávicas, o projeto tem por objetivo criar condições no médio prazo para o aproveitamento econômico do potencial artístico e cultural da região. Isto porque, se alcançarmos uma programação permanente, poderemos encaixar o município na rede turística do Caminho Novo da Estrada Real, que vem recebendo grande incremento e incentivo governamental nos últimos anos. Tais atividades visam a aplicação e replicação nas fazendas, sítios, vilas e nas salas de aula dos conceitos de preservação e de valorização do patrimônio cultural e ambiental da região, pontos fundamentais para que o projeto alcance a perenidade independentemente de nossas atividades na região. O projeto São José das Culturas é um Ponto de Cultura desde 2005 e conta com o apoio do Ministério da Cultura, da Prefeitura Municipal de Belmiro Braga, Paraibuna Transportes, Grupo Mil e para sua implantação contou com o apoio da Pró-reitoria de Extensão da Universidade Federal de Juiz de Fora. Nossos atendimentos já ultrapassam a marca de 14.000 pessoas (três vezes a população do município), tendo sido formados 12 grupos artísticos, sendo que seis deles continuam ativos.

 

MEMORIAL DE ATIVIDADES 2013

 

Em 2013 realizamos sete oficinas, dois serviços técnicos, trabalhamos um grupo de arte tradicional e mantemos duas atividades permanentes em funcionamento, atuando em São José das Três Ilhas, Sobragi e Porto das Flores.
 
ARTESANATO EM ARGILA (Zé Geraldo de Oliveira)
Às quintas e sextas-feiras, em São José das Três Ilhas, com os alunos da escola Monteiro Lobato. Atende a 40 crianças do ensino fundamental e pré-escola.
 
TEATRO INFANTIL (Danyela Silvério)
Aos sábados, em Sobragy. Peça infantil desenvolvida e apresentada em Belmiro Braga e Sobragy. Atendeu a 12 crianças e jovens.
 
TEATRO ADULTO (Danyela Silvério)
Aos sábados e domingos, em São José das Três Ilhas. Apresentações em diversas cidades do País. Atendeu a oito jovens.
 
CINEMA (Flávio Cândido)
Em São José das Três Ilhas. Um documentário sendo produzido e atividades de exibição e cobertura de eventos na região. Atende a sete jovens.
 
DANÇA CONTEMPORÂNEA (Vivian Reis)
Em Porto das Flores. Três workshops realizados. Atendeu 56 pessoas em maio.
 
CORAL (Nathália Carvalho)
Em São José das Três Ilhas. Atividades canceladas em 30 de junho. Atendia a oito adultos.
 
SALA DE LEITURA DONA VICENTINA (Danielle Oliveira e Alessandra Rezende)
De segunda a sexta-feira, em São José das Três Ilhas, atendendo à comunidade e atuando diretamente com a pré-escola e a escola fundamental. Atende diretamente a 40 crianças. Em julho realizou sua primeira noite de autógrafos com o lançamento do livre Meu São José, Porto das Flores de Meus Pais, de Zuza Coimbra.
 
FOTOGRAFIA (Alessandra Rezende)
Em São José das Três Ilhas. Oficinas na região e cobertura de eventos locais.
 
ÁUDIO (Flávio Cândido e André Guilherme)
Em São José das Três Ilhas, atendendendo ao projeto e a eventos comunitários.
 
CALANGUEIROS DE SÃO JOSÉ DAS TRÊS ILHAS (grupo)
Apresentações eventuais em toda a região.
 
FOLIA DE REIS ESTRELA DA PAZ (grupo independente)
Realização de um vídeo de 43 minutos de duração sobre o rito completo da Folia de Reis.

 

 

ÚLTIMO DIA DE AULA DA OFICINA DE ARGILA


Iniciada em fevereiro, a temporada 2013 da oficina de artesanato em argila terminou na última quinta-feira, dia 12 de dezembro. Em 36 semanas, foram atendidas as 40 crianças matriculadas na Pré-Escola Monteiro Lobato e na Escola Prof. Herculano Horta. O artesão Zé Geraldo de Oliveira, com alegria e carinho conduziu as aulas, levando a cada semana uma das turmas para o atelier do projeto, que este ano recebeu obras de restauração e melhorias. Parabéns Zé Geraldo, sua dedicação não tem preço.

Zé Geraldo conduz a turminha pela rua

 

Zé Geraldo e a turmina no ateliÊ

 

Zé Geraldo com argila e criança

 

 

PROJETO ABRE INSCRIÇÕES PARA ATIVIDADES DE 2014 EM TEATRO,

VÍDEO E FOTOGRAFIA DIGITAL.  INSCRIÇÕES NA SALA DE LEITURA,

DAS 14 ÀS 16 HS, ATÉ O DIA 20 DE DEZEMBRO.

ATIVIDADES A PARTIR DE FEVEREIRO DE 2014.

 

Inscrições para atividades do projeto 2014

 

 

NO CURRAL COM MAIS AMOR LEVA SEIS PRÊMIOS

NO 10º FESTIVAL NACIONAL DE TEATRO DE VARGINHA

Prêmios, prêmios e mais prêmios! Na última noite de sábado, o grupo Theatro de Repertório do Caminho Novo ganhou diversos prêmios no 10º Festival Nacional de Teatro de Varginha com o espetáculo no Curral Com Mais Amor. Destaque para três láureas obtidas: Danyela Silvério ganhou o prêmio de Melhor Atriz; Laura Caputo, o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante e o grupo como um todo ganhou o importante prêmio de "Excelência Profissional", coroando 2013 como um grande ano de consolidação e crescimento artístico. Destaque também para os elogiosos comentários dos jurados, que se sentiram encantados pelo sentimento puro do grupo, pelo brilho no olhar, pelo gosto pelo que está fazendo de cada um do elenco. Um sentimento que todos eles (os jurados de Lafaiete também afirmaram isto) disseram estar se perdendo, mas que o Theatro de Repertório do Caminho Novo prova com suas atuações que ainda existe o verdadeiro amor pelo teatro. 

Danyela recebe o prêmio em Varginha

Danyela Silvério recebe o troféu de Melhor Atriz do festival.

 Anderson recebe pelo grupo o prêmio de Excelência Profissional

Anderson Mozão recebeu pelo grupo o troféu de Excelência Profissional.

 Laura e Anderson olhando o infinito

Laura Caputo levou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante. Foi a terceira vez que Laura recebeu a indicação para a categoria: duas vezes no FACE, em Lafaiete (em 2012 e 2013) e agora em Varginha. Finalmente seu teve seu imenso talento reconhecido.

 Confraternização de todos os premiados

No final, uma foto de todos os premiados no palco do excelente e confortável Teatro Marista. que sediou o 10º Festival Nacional de Teatro de Varginha.

 

 

 AGORA O PROJETO SÃO JOSÉ DAS CULTURAS É TAMBÉM PONTO DE MEMÓRIA

Mais um projeto da Ação Animatógrapho e reconhecido e premiado pelo Ministério da Cultura. Nosso projeto Memorial Cultural do Café foi escolhido pelo Ibram - Instituto Brasileiro de Museus para desenvolvimento de um referencial virtual das muitas vertentes culturais surgidas pela implantação das fazendas de café durante o Segundo Império na região de São José das Três Ilhas. A primeira fase do projeto é a digitalização do acervo iconográfico e o desenho do site interativo. Em seguida a “caravana da memória” vai percorrer a região coletando novos dados e histórias, registrando tudo audiovisualmente e fotograficamente. A equipe do projeto será capacitada pelo Ibram, no Rio de Janeiro, trabalho que terá início no dia 22 de novembro no Museu da República.

 Logo Pontos de Memória

 

NOSSO OBJETIVO AGORA É TRANSFORMAR EM REALIDADE O PROJETO FÍSICO.

O PRIMEIRO PASSO JÁ FOI DADO. PARA NÓS, SONHOS NÃO TEM LIMITE.

 

Fachada do Memorial físico

CROQUIS DA FACHADA DO PROJETO FÍSICO DO MEMORIAL CULTURAL DO CAFÉ, DE AUTORIA DO ARQUITETO RONALDO BENEVELLO.

 

 

JUIZ DE FORA LOTA O TEATRO DA SOCIEDADE FILARMÔNICA PARA VER E SE DIVERTIR COM A COMÉDIA NO CURRAL COM MAIS AMOR!

 Casa cheia. Quase 200 pessoas lotaram o Teatro da Sociedade Filarmônica em Juiz de Fora para rir e aplaudir (de pé!) a comédia No Curral com Mais Amor, encenada por nosso grupo Theatro de Repertório do Caminho Novo. Mais uma vez, sucesso total!

 

No Curral Maria e Gertrudes PEQ

 

No Curral A platéia ri PEQ 

 

No Curral  Nóis vai ficá PEQ

 

  No Curral Platéia aplaude de pé e o elenco PEQ 

 

Foram vendidos 200 ingressos, a lotação da casa, o que segundo o diretor da Filarmônica pode ser considerado um sucesso extraordinário para apresentações no Teatro da Sociedade Filarmônica de Juiz de Fora aos domingos.

 

  Cartaz TEATRO JF 720 X 480

 

GRUPO TEATRAL INFANTO-JUVENIL DE SOBRAGY JÁ ESTÁ SE APRESENTANDO 

Formado por jovens de Sogragi, o grupo teatral daquele distrito, dirigido por Danyela Silvério, fez sua estréia em grande estilo durante a Jornada Mineira de Cultura no dia 21 de setembro, no Salão Paroquial da igreja matriz de Santanna, em Belmiro Braga. Mas o mais importante espetáculo do grupo foi no dia 12 de outubro, Dia das Crianças. O jovem grupo teatral do projeto encarou o público de sua própria comunidade, apresentando-se no palco do Centro Comunitário. 

Agora o grupo aguarda a apresentação final de 2013, que será em dezembro, em São José das Três Ilhas, para as crianças da escola e dos pais, dentro das comemorações do final de ano.

 

 O rei mal-humorado e a rainha

DSC 1208

 Público em Sobragy out2012

 

 

PRÓXIMA APRESENTAÇÃO DO PROJETO: TORREÕES (JUIZ DE FORA).

DOMINGO, DIA 8 DE SETEMBRO, A PARTIR DE 15 HORAS.

 

Observação importante: esse evento não contou com a presença de nossos artistas porque não houve transporte para levar a equipe e o elenco.

 

  Apresentação na Fumaça 2012  Cartaz da Festa de São Bom Jesus 2013Calangueiros na Festa Caipira 2011  

 

 

Theatro de Repertório do Caminho Novo apresentará (a pedidos) No Curral com Mais Amor.

 

 

 

 NO CURRAL COM MAIS AMOR: MAIS UMA VEZ SUCESSO TOTAL!

 

Banner e cartaz eletrônico 1

 

O nosso grupo Theatro de Repertório do Caminho Novo continua acumulando aplausos e elogios. Na IV FLIM - Festa Literária de Santa Maria Madalena - não foi diferente e a peça No Curral, com Mais Amor, mais uma vez arrebatou o público presente. O grupo já foi convidado para apresentar-se no ano que vem. A organização do evento não cansou-se de elogiar a qualidade do trabalho e o profissionalismo do grupo. A próxima apresentação está marcada para 8 de setembro, na Fumaça, em Torreões, na festa de São Bom Jesus, aonde o projeto São José das Culturas marca presença desde 2009 com suas diversas atrações artísticas. Para outubro estamos programando apresentação do grupo teatral em Juiz de Fora, que espera com grande ansiedade para conferir o trabalho de Danyela Silvério e suas meninas (e um menino!). Parabéns, grupo. O céu é o limite.

 

4ª FLIM

  

 DSC 1042 DSC 1044

 

 DECLARAÇÃO DA DIRETORA DA FLIM, TEREZINHA COSTA, A RESPEITO DA APRESENTAÇÃO DO GRUPO NA IV FLIM, EM SANTA MARIA MADALENA, RJ.

 "O Theatro de Repertório do Caminho Novo merece todo o sucesso que está fazendo. A apresentação da peça No Curral, com Amor, na FLIM 2013 em Santa Maria Madalena, encantou a todos, moradores e turistas. O Caminho Novo é o caminho certo!"

 

 

VEM AÍ O VI FESTIVAL SÃO JOSÉ DAS CULTURAS

em 2013, dias 30 de novembro e 1º de dezembro (adiado para março de 2014)

 

Teaser VI Festival mod

 

 

 

 OFICINA DE ARTESANATO VOLTOU ESTA SEMANA COM INSTALAÇÕES REFORMADAS

 

O artesão e oficinista Zé Geraldo de Oliveira voltou hoje, dia 15 de agosto, ao ensino semanal das técnicas de processamento de argila para as crianças de pré-escola e do ensino fundamental em São José das Três Ilhas. As turmas (são quase 40 crianças) vão encontrar tudo arrumado e novo. Piso, portão, paredes, instalações elétricas e hidráulicas. Tudo novo. Aproveitem! E a reforma da sede do Ponto de Cultura vai continuar, para oferecer também um espaço de reunião e de ensaio. O trabalho - caprichado - é do Marcinho (Márcio Sobrinho), da própria comunidade de São José das Três Ilhas. Na semana que vem mostraremos as fotos das novas instalações.

 

DSC 0060 

DSC 0063

 

 

 SUCESSO TOTAL: "NO CURRAL COM MAIS AMOR" CONQUISTA

CINCO PRÊMIOS NO 13º FACE, EM CONSELHEIRO LAFAIETE.

 

Comemoração em SJ da premiação no 13º Face

 

A Ação Animatógrapho mais uma vez diz a que veio com seu Ponto de Cultura em São José das Três Ilhas, correspondendo às expectativas daqueles que acreditam no projeto São José das Culturas, que chegou ao município de Belmiro Braga em 2006 e hoje projeta seus artistas e seus talentos em todo o Brasil através de filmes, música tradicional, artesanato e também por seu trabalho com teatro e dança. 

 

Foto

 

AGORA, esta semana, no 13º Festival de Artes Cênicas de Conselheiro Lafaiete, de nível nacional, um dos dez maiores do teatro amador do Brasil, o espetáculo No Curral com Mais Amor, de nosso grupo Theatro de Repertório do Caminho Novo, foi indicado a sete prêmios na categoria “Comédia” e ganhou CINCO PRÊMIOS na categoria: Melhor Cenário, Melhor Figurino, Melhor Atriz (Danyela Silvério), Melhor Direção (Danyela Silvério) e Melhor Espetáculo! As duas outras indicações foram para Maquiagem e Atriz Coadjuvante (Laura Caputo). Aplausos e parabéns às meninas que levam o grupo à frente há sete anos! Parabéns especiais para Danyela Silvério, que pegou este grupo em 2008 e deu a ele personalidade e sentido de coletividade. Obrigado ao Festival de Arte Cênicas, na pessoa de Geraldo Lafaiete, que nos deu a oportunidade por dois anos seguidos de atestar nosso valor e a todos que nos tem apoiado todo este tempo. São estes momentos únicos que nos levam a acreditar que tudo tem valido muito a pena.

 

 

FotoFACE Eugênia e Juca rezando      


 

FACE Tereza e Eugênia 

FACE cena inicial modificada 

FACE Eugênia e Juca no curral modificada

  FACE jennifer vendendo GPS modificada

 

 

 

PRÓXIMAS APRESENTAÇÕES:

São José das Três Ilhas: sábado, 3 de agosto, 20:30 hs, Galpão do Leilão

Santa Maria Madalena: sábado, 24 de agosto, 18:00 hs, na 4ª FLIM (Festa Literária de Madalena) 

 

 

 

"NO CURRAL COM MAIS AMOR" ESTA SEMANA NO 13º FACE, EM LAFAIETE

SÁBADO, 27/07, 16:00 HS, NO TEATRO DA SEDE SOCIAL DO CLUBE CARIJÓS

 

Banner e cartaz eletrônico 1

 

PARTICIPAÇÃO DO PROJETO NA FESTA DA IGREJA DE SÃO JOSÉ 2013

Como acontece tradicionalmente desde 2006, o projeto se fez presente na Festa da igreja de São José. O cartaz foi feito por nós e na sexta-feira apresentou-se o grupo Calangueiros de São José das Três Ilhas e foram exibidos dois curtas-metragens do projeto: o inédito Em Foco: A História, sobre o patrimônio histórico de Simão Pereira e o filme Aos Escravos e Santos, que foi exibido na Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro. Houve também o registro em video das apresentações. Outra importante marca do projeto na festa deste ano foi a realização de uma noite de autógrafos na Sala de Leitura.

 

DSC 0867

 

DSC 0869

 

DSC 0864

 

DSC 0882

 

 

 

SALA DE LEITURA DONA VICENTINA TEVE NOITE DE AUTÓGRAFOS

 

DSC 0954 peq DSC 0956 peq DSC 0961 peq DSC 0962 peq


No sábado, dia 13 de julho, em plena festa da igreja de São José, a Sala de Leitura teve sua primeira noite de autógrafos. Naquela oportunidade o zeloso historiador da cidade, Seu Zuza (José Alves Coimbra), autografou para amigos e familiares o seu livro Meu São José, Porto das Flores de Meus Pais, importante obra de referência da formação das fazendas e de algumas famílias da região.

 

 

FILMES DO ARRAIAL ESTÁ NA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE.



O curta-metragem Aos Escravos e Santos, realizado pelos alunos de cinema do projeto em 2007, está na programação oficial da JMJ Rio 2013. Os jovens do projeto, na época apenas adolescentes, estão de parabéns. Este é um reconhecimento internacional do trabalho. Indiscutível. Parabéns, Andressa, Aline, Bruno, Rafael e Laura e todos aqueles que contribuiram com a área de cinema do projeto São José das Culturas. Todo o esforço não foi em vão.

 

 

THEATRO DE REPERTÓRIO DO CAMINHO NOVO VAI SE APRESENTAR EM DOIS FESTIVAIS.

  

No Curral 2008 fotos 054  

No Curral com Mais Amor FESTIVALZINHO2010

fotos 034 modificada

 

Atestando a competência e qualidade do grupo. Com o espetáculo No Curral, com Mais Amor, de Danyela Silvério, o grupo Theatro de Repertório do Caminho Novo, se São José das Três Ilhas, em atividade desde 2006, com comédias rurais, irá se apresentar no XIII FACE, em Conselheiro Lafaiete, MG, dia 27 de julho, e na 5ª FLIM - Festa Literária de Santa Maria Madalena, RJ, dia 24 de agosto.

A peça é uma continuação do primeiro texto encenado pelo grupo, Na Roça com Amor, de Belmiro Braga, adaptado por Tiago Berzoinni. No elenco, Andressa Rezende, Aline Moraes, Helena Cândido, Alessandra Rezende, Danielle Oliveira, Anderson Mozão, Laura Caputo e Danyella Silvério, que também assina a direção. 

 

Foto


FLIM      
  

    

FILMES DO ARRAIAL NA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

Dois de nossos filmes que tiveram por base São José das Três Ilhas foram escolhidos para exibição na programação de cultura e artes da Jornada Mundial da Juventude, que acontece no Rio de Janeiro no mês de julho. Calangueiros - uma viagem caipira pela Estrada Real (o longa) e o curta-metragem Aos Escravos e Santos, curta realizado pelos jovens formados em cinema pelo projeto Caravana Holiday/São José das Culturas.

Foto  Foto Imóveis São José II 043 Imóveis São José II 048

São José das Três Ilhas, Filmes do Arraial e Ação Animatógrapho estão de parabéns. São a representação oficial de Belmiro Braga na JMJ 2013, de 23 a 28 de julho, no Rio de Janeiro.

 

 

 

 

CORAL SÃO JOSÉ DAS CULTURAS ENCERRA SUAS ATIVIDADES

 

Após seis anos de música pop e canto de boa qualidade, apresentando-se com sucesso em diversos eventos e localidades da Zona da Mata e de Belmiro Braga, o Coral São José das Culturas teve encerrada suas atividades. O retorno tentado em maio, com a entrada de uma nova regente, a competente Nathália Carvalho, de São Gonçalo, RJ, não conseguiu motivar a população da vila. Assim, foi descontinuado um dos melhores e mais interessantes (e singulares) corais de Minas Gerais. Uma pena e lamentamos muito, pois o Coral era o nosso cartão de visitas e levava o nome do projeto. Vamos agora tentar alternativas musicais dentro do município, pois o projeto São José das Culturas não pode ficar sem um grupo de música popular. Estamos abertos a propostas das comunidades de Belmiro Braga.

 

Foto: Atenção povo de São José das Três Ilhas: convocando para reunião de reativação do Coral São José das Culturas nesta sexta-feira, dia 31 de maio, à noite, 20 horas, na igreja.
Temos uma apresentação a fazer na festa da Igreja e o tempo é curto! 
Vamos voltar a brilhar!!!
REFORÇANDO: sexta-feira, 31 de maio, às 20 horas, reunião do Coral na igreja de São José com a nova regente, Nathália Carvalho.

 

 A imponência e as vozes do Coral São José das Culturas calaram-se para sempre. Será?

 

 

 

ATIVIDADES EXTRAORDINÁRIAS

 

Cartaz da Festa Caipira 2013 raf1

 

IMG 1062 modificada Jardel e a noiva

Calangueiros músicos PEQ DSC 0137 peq

 

 

 

ATIVIDADES LÚDICAS E CRIATIVAS NA SALA DE LEITURA

11 de maio de 2013, com as crianças de São José das Três Ilhas.

 

  Sala de Leitura com as crianças mai2013 a

  

WORKSHOP DE DANÇA E CORPO EM PORTO DAS FLORES 

 

WORKSHOP dança Porto das Flores mai2013 ELETR

Realizado nos dias 3, 4 e 5 de maio na Escola Estadual, com o apoio da Florart.

DSC 9505 PEQ  DSC 9514 PEQ  DSC 9515  PEQ

 

DSC 9529 PEQ  Eduardo sorrindo Porto das Flores  PEQ  DSC 9516 PEQ

 

Turma domingo Porto das Flores  PEQ  Sexta feira cheia PEQ  DSC 9542 PEQ

 

 

SALA DE LEITURA DONA VICENTINA 

TARDE DE CONTOS (abril de 2013)

A Sala de Leitura Dona Vicentina foi criada como uma ação do Ponto de Cultura. A ideia de criar um espaço de leitura surgiu da proximidade da produtora executiva do projeto, Lucia Seixas com a literatura. Autora de seis livros, sendo o último um romance juvenil, pela editora FTD, Lucia pensou em criar para toda a comunidade da vila, com a qual convive há mais de seis anos, um lugar onde as pessoas, de todas as idades, pudessem se reunir em torno dos livros.

 

Tarde de contos abr2013  DSC 9468

Leitura de textos de Elisa Lucinda e Martha Medeiros, temas femininos, foram o mote da primeira tarde de contos na Sala de Leitura. Depois da tarde/noite de leitura, café de São José, bolo, queijo minas e biscoitos, tudo produzido em São José das Três Ilhas. Um evento literário-gastronômico muito saboroso (em todos os sentidos) e que vamos repetir muitas outras vezes.

 

INAUGURAÇÃO (maio de 2012)

Foto inauguração 1 peq 

A educadora Vicentina Alves do Santos, de incríveis e lúcidos 95 anos, ainda está plena atividade na comunidade dando aulas de reforço para crianças e adultos. A Sala de Leitura Dona Vicentina, que no nome a homenageia, foi inaugurada em 28 de maio de 2012 em São José das Três Ilhas, Belmiro Braga, na Zona da Mata de Minas Gerais e funciona em espaço cedido pela Casa Paroquial, com o apoio do Padre Manoel Borges e do Conselho Paroquial.

 Primeiro evento

Danielle Oliveira é a estagiária de atendimento da Casa de Leitura e Alessandra Rezende, voluntária de leitura e ações culturais. Junto com a comunidade estão realizando um trabalho belíssimo, que alia livro, leitura e atividades lúdicas. Um sucesso maravilhoso para o projeto.

 Sala de Leitura turminha com Alessandra out2012

A Sala de Leitura Dona Vicentina, em São José das Três Ilhas, tem uma clientela muito especial...

  A turminha lendo os livros infantis na Sala de Leitura out2012

Crianças da pré-escola Monteiro Lobato, de São José das Três Ilhas, começando a lidar com livros e histórias.

Isso pode mudar o mundo!

 

ATELIÊ DE ARTESANATO EM ARGILA

O artesão e escultor José Geraldo de Oliveira desde 2006 ministra aulas de artesanato em argila e madeira, atendendo principalmente crianças e jovens. A partir de 2011, as atividades do ateliê estão voltadas diretamente para atender os alunos da escola Prof. Herculano Horta e da pré-escola Monteiro Lobato, que funcionam em São José das Três Ilhas.

 

Oficina de artesanato2006 PEQ

O início, em 2006.

 

 DSC 9175 peq

O grupo de crianças com José Geraldo e Lucia Seixas.

 

 Zé Geraldo e o forno a gás  

O instrutor José Geraldo de Oliveira conferindo a queima sob alta pressão (sem criança alguma por perto...) no Atelier que funciona na sede do Ponto de Cultura e hoje atende semanalmente 22 crianças.

 

THEATRO DE REPERTÓRIO DO CAMINHO NOVO

O jovem grupo de teatro está em plena atividade, preparando novas peças (inclusive infantis), apresentando-se para as comunidades rurais da região e participando de eventos de porte nacional, como foi o 12º Festival de Artes Cênicas (XII FACE) em Conselheiro Lafaiete, MG, em 2012. Dirigido por Danyela Silvério, tem no elenco fixo Aline Moraes, Helena Cândido, Alessandra Rezende, Laura Caputo e Andressa Rezende.

 

Teatro na janela2 

O início, em 2006, com Tiago Berzoinni conduzindo e fundando o grupo com a peça Na Roça, com Amor, baseada em texto de Belmiro Braga.

 

O Circo Cigano Laura e Helena PEQ

Em 2007, em O Circo Cigano, com Michel LeNev na direção.

 

Teatro Michel e Dudu PEQ alterada 

Apresentação em Torreões (Juiz de Fora) em 2008, com Michel, Danielle e Dudu Cândido.

 

 A noiva PEQ

O esquete A Noiva, em cartaz de 2008 a 2010, voltará ao repertório em 2013.

 

estrelinhas peq

A formação de 2010, com Val e Danielle, para a peça No Curral, com Mais Amor, dirigida por Danyela Silvério.

 

Alessandra voando peq 

Em julho de 2011 o grupo foi ao Festival de Inverno em Ouro Preto, para fazer oficinas de qualificação em música e teatro. Mas também houve diversão...

 

O grupo exibe os certificados do Festival de Inverno 2011  

O grupo exibe os certificados dos cursos de formação no Festival de Inverno de Ouro Preto em 2011.

 

Teatro Aline Andressa e Helena 

A estréia de A Igreja Bem Assombrada, em 2011, durante o 5º Festival São José das Culturas.

 

O público em Sobragy2012 

O público de Sobragy acompanha atento as estropolias de A Igreja Bem Assombrada, em julho de 2012

 

O grupo após apresentação no Face2012  

No 12º FACE, em Conselheiro Lafaiete, o grupo recebeu três indicações por A Igreja Bem Assombrada: Melhor Atriz (Aline Moraes), Melhor Atriz Coadjuvante (Laura Caputto) e Melhor Maquiagem: um sucesso!

 

FILMES DO ARRAIAL

Em ação desde agosto de 2006, o grupo de cinema do projeto é um dos mais ativos do projeto e alia produção, formação contínua e exibição. O grupo de audiovisual Filmes do Arraial já produziu 14 filmes e vídeos digitais e participou de diversas produções profissionais, tais como o programa Calangos&Calangueiros, exibido na TV Brasil e ainda exibido em divesas TVs públicas em todo o Brasil; o making of de A Turma do Pererê 2 e também do longa-metragem Calangueiros - uma viagem caipira pela Estrada Real, de Flávio Cândido (exibido em divesos festivais no Brasil e já em exibiçaõ na grade 2013 do canal Curta!) e muitas outras. Atualmente os jovens do grupo estão produzindo um documentário profissional para o projeto Rapsódia Ausente.

 

 Filmando com Alcides peq

A equipe do grupo Filmes do Arraial grava com o calangueiro Alcides Izaú.

 

O público infantil na Escola Wolf Klabin

Exibição de filme infantil na Escola Municipal Wolf Klabin, em Belmiro Braga, em junho de 2012.

 

 São José Dona Lucília peq

Filmando em São José, o principal cenário do grupo audiovisual Filmes do Arraial. 

 

DANÇA CONTEMPORÂNEA

 

GRUPO DE DANÇA CONTEMPORÂNEA SOBRAGY DANÇANDO

 

O grupo Sobragy Dançando 2008 

O início em 2008, com Vivian Vieira.

 

Sobragy Dançando adulto2008 peq 

Sobragy Dançando (adulto) em 2008, com Vivian Vieira: alta qualidade em pouquíssimo tempo de preparação.

 

Sobragi crianças 2008 peq 

Sobragy Dançando (infantil) em São José, 2008.

 

 Dança de São José 2008 peq

São José também teve um grupo de dança contemporânea infantil em 2008.

 

Sobragy Dançando em Sobragi 2011 

A temporada de 2009 e 2010, com Gábi Generoso.

  

Sobragy Dançando 2011 

As crianças do grupo Sobragy Dançando na plataforma da estação em 2011.

 

Sobragy Dançando IV Festval 

Apresentação no V Festival de coreografia desenvolvida pelas próprios componentes.

 

DAnyela com a turma2012 

Em 2012, com Danyela Silvério: teatro e dança.

 

 Dança São José 2010 PEQ

O grupo de São José com Gábi Generoso em 2010

 

AÇÕES DE FORMAÇÃO E QUALIFICAÇÃO   

 

Produtores Culturais formados em 2008 

Turma de produtores culturais de São José, Fortaleza, Torreões, Monte Verde, Sobragy e Simão Pereira formados pelo projeto em 2008.

 

FESTA CAIPIRA (DE SANTO ANTÔNIO)

Iniciativa autônoma de componentes do projeto, a Festa Caipira voltou a acontecer em 2008 durante as filmagens de Calangueiros. Todas as atrações, comidas típicas e bebidas são gratuitas.

Vivian cantando a quadrilha 2008

Calangueiros na Festa Caipira 2011

Não se admite música eletrônica e o grupo que anima a festa é o Calangueiros de São José das Três Ilhas, com a sanfona comendo enfezada. Em 2013 estará de volta.

 

Festa Caipira 2012 peq

  

Barraca da pescaria Festa Caipira 2011 

A barraca de pescaria da Festa Caipira em 2010.

 

 Quadrilha na festa caipira 2011

Na Festa Caipira de Santo Antônio, tem quadrilha, comes, bebes e calangos...

 

FESTIVAL SÃO JOSÉ DAS CULTURAS

Vencedor do Prêmio Areté 2010, reconhecido como um dos mais importantes eventos do gênero no Brasil, o Festival São José das Culturas já teve cinco edições realizadas. Mantendo-se sob o lema "Venha conhecer os artistas da terra!", o Festival São José das Culturas promove o intercâmbio das manifestações culturais da região do Caminho Novo da Estrada Real dos municípios mineiros de Belmiro Braga, Juiz de Fora, Matias Barbosa e Simão Pereira, além de Levy Gasparian e Rio das Flores (RJ). Promovendo em três noites e três dias dezenas de eventos gratuitos no arraial de São José das Três Ilhas, patrimônio das Minas Gerais, reúne centenas de artistas amadores e profissionais da região em cinema, teatro, coral, bandas, dança, artesanato, samba, desenho, fotografia e artes tradicionais como folias de reis e calango.

(mais informações: veja também página específica do Festival no site) 

 

FOLIAS DE REIS

 O encontro das folias pequeno3

Encontro das folias de reis nas ruas do Arraial.

 

TEATRO DE ROÇA

O Teatro do Caminho Novo e o público 

 

 

CALANGO

Calangueiros sexta 

 

 

CORAL PORTO DAS CANÇÕES

Porto das Canções 2010 PEQ

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 CORAL SÃO JOSÉ DAS CULTURAS 

Coral Pequeno outra 

Coral VAL peq 

 

FOTOGRAFIA

Exposição em Sobragy 

 

FOLIA DE REIS ESTRELA DA PAZ

Folia Estrela da Paz no 5º Festival São José das Culturas nov2011

 

FOLIA DE REIS ESTRELA DA MANHÃ (Levy Gasparian)

DSC 9103 

 

TALENTOS DA TERRA (palco livre)

Rafaela pequeno

Palco Livre HELENA e DAVY peq

 

INTERCÂMBIO COM GRUPOS DA REGIÃO

DSC 8734 

 DSC 9171

Hérmanes Abreu abriu o festival no ano passado

 

 

Banda Simão Pereira IV Festival PEQ 

Veja mais detalhes no hotsite do Festival neste mesmo portal.

 

SEMINÁRIO DE POLÍTICA CULTURAL, AMBIENTAL E DE TURISMO

 

Seminário oficinistas e público 

 Veja mais detalhes no hotsite do Seminário neste mesmo portal.

 

CINEMA (nas ruas e nas escolas)

 Exibição de filme PEQ 

 

 

GRUPO SOBRAGY DANÇANDO

DSC 8150 

 

OFICINA DE HIP-HOP (OS MANO E AS MINA)

Inaugurada em maio  de 2012, a oficina de hip-hop do projeto é capitaneada pelo dançarino Jefferson SJ. Com a turma inicial ele montou o grupo Os Mano e as Mina, que já se apresentou em São José e em Torreões (Fumaça). Atualmente o grupo está inativo.

 

Os Mano e as Mina jul2012

 

Os Mano e as Mina na Festa da Igreja2012 

O grupo se apresentando na Festa da Igreja de São José em julho de 2012.

 

Apresentação na Fumaça 2012

Os Mano e as Mina se apresentando na comunidade Fumaça, em Torreões, em set 2012.

 

Capa genérica do projeto

 

 

RELATÓRIOS DE EXECUÇÃO NOS ÚLTIMOS TRÊS ANOS

DATA DO INÍCIO DE ATIVIDADE DO PONTO DE CULTURA

6 de abril de 2006

PERFIL DO PÚBLICO ATENDIDO

Estudantes de ensino fundamental e do ensino médio.

Crianças na pré-escola e no fundamental.

Adultos jovens e maduros

Idosos

Professores da rede pública municipal

POPULAÇÃO DE BELMIRO BRAGA

3.407 (Censo 2010)

 

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EM 2012

COMUNIDADES BELMIRENSES ATINGIDAS DIRETAMENTE: 4

São José das Três Ilhas

Porto das Flores

Sobragi

Belmiro Braga

e mais os municípios de

Juiz de Fora

Rio das Flores

ATIVIDADE/HORA: 511

Artesanato:                                 104

Áudio                                            32

Calango:                                       04

Cinema:                                        99

Coral:                                           33

Dança contemporânea:                  09

Folia de Reis                                  00

Fotografia:                                     30

Hip-hop:                                        34

Percussão                                      00

Teatro:                                        113

 

PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS COMUNITÁRIOS E DE TERCEIROS:

6 (seis)

EVENTOS PRÓPRIOS REALIZADOS:

8 (oito)

PÚBLICO PRESENTE AOS EVENTOS:

700 pessoas

GRUPOS ARTÍSTICOS ENVOLVIDOS: 8 (oito)

Coral São José das Culturas

Theatro de Repertório do Caminho Novo

Grupo de Dança Contemporânea Sobragy Dançando (Sobragi)

Grupo de Hip-hop As Mina e os Mano (São José)

Calangueiros de São José das Três Ilhas

Filmes do Arraial

Equipe de fotografia digital São José

Equipe de áudio de eventos São José das Três Ilhas

MODALIDADE DE OFICINAS REALIZADAS: 8 (oito)

Artesanato

Cinema

Fotografia

Áudio

Teatro

Coral

Hip-hop

Dança contemporânea

Nº DE ATENDIMENTOS DIRETOS: 98

(3,5 % da população do município)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

O projeto continou seu trabalho de trazer arte e cultura para todos e consolidar São José das Três Ilhas como centro irradiador de atividades artísticas e de educação patrimonial.

O grande momento do projeto este ano foi a inauguração da Sala de Leitura Dona Vicentina, na Casa Paroquial, em São José das Três Ilhas, que inaugurou uma nova era na comunidade e aprofundou a relação do projeto com a escola e a pré-escola do arraial, com muitas atividades extra-classe de pleno êxito e introduzindo as crianças ao mundo do livro e da leitura.

Tais atividades coroaram a excelente realação de apoio do projeo São José das Culturas ao sistema público de ensino, onde destacamos também o atendimento da oficina de argila para os alunos das escolas e a realização de projeção de filmes infantis (2) na Escola Municipal Wolf Klabin.

Outro destaque foi grupo Theatro de Repertório do Caminho Novo, dirigido por Danyela Silvério e que alcançou grande brilho em sua temporada de 2012 com a peça A Igreja Bem Assombrada, com três indicações no 12º FACE (Festival de Artes Cênicas de Conselheiro Lafaiete) e apresentações em Sobragy, São José, Lafaiete e Juiz de Fora (Torreões).

Mas tivemos problemas de grande monta durante todo o período.

O não reajuste do apoio mensal ao projeto (é o mesmo desde janeiro de 2011), cobrou um esvaziamento bastante grave das ofertas de oficinistas para ministrarem cursos e atividades.

Assim, tivemos grande rotatividade de professores de dança no primeiro semestre para Sobragy, acontecendo a presença e posterior desistência de nada menos do que quatro professoras.

O problema em Sobragy só foi resolvido em julho com a concordância do grupo para abraçar um curso de teatro musicado com a professora Danyela Silvério, que retornou às atividades do projeto depois de seis meses afastada devido a acidente pessoal.

As atividades em Porto das Flores também sofreram do mesmo problema e apesar das tentativas de estabelecermos lá, mesmo que provisoriamente, um grupo de audiovisual (um dia de oficina chegou a ser ministrado no 1º semestre), não tivemos o apoio dos jovens da oficina de percussão e, assim, Porto das Flores entrou em solução de continuidade.

Outro grupo que sofreu com o desequilíbrio financeiro do projeto foi o Coral São José das Culturas, que teve sua última e exitosa apresentação na Festa da Igreja de São José das Três Ilhas, em julho e depois entrou em recesso.

Em compensação tivemos por alguns meses a realização de uma nova oficina (de hip-hop) em São José e que gerou a formação de um novo grupo artístico. Porém, como o Conselho de Patrimônio Histórico, mais uma vez, não autorizou a suplementação do apoio ao projeto, não podemos afirmar que a atividade permanecerá em 2013.

A lamentar também a não realização de nosso festival anual, justamente devido aos poucos recursos disponíveis para fazer frente aos eventuais prejuízos financeiros. Mas nossos planos e voltar com o festival no próximo mês de maio.

Ainda assim, consideramos que o saldo de 2012 foi muito positivo, com aumento do número de atendimentos diretos, a manutenção da média de atividades-hora, a parceira com a Secretaria Municipal de Educação e o pleno êxito da Sala de Leitura Dona Vicentina, com grande participação da comunidade.

Enfim, para se ter uma melhor idéia da qualidade e das atividades do projeto, aconselhamos acessar o site da entidade  (www.animatographo.org.br), visualizando no link para o projeto São José das Culturas. Ali está uma boa parte de nossa história em Belmiro Braga. Estão ali postadas muitas imagens, muito trabalho e muita alegria de fazer o que de melhor sabe fazer.

 

 

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2011

 

COMUNIDADES BELMIRENSES ATINGIDAS DIRETAMENTE: 4

São José das Três Ilhas

Porto das Flores

Sobragi

Belmiro Braga

e mais os municípios de

Juiz de Fora

Ubá

Leopoldina

Simão Pereira

Matias Barbosa

Rio das Flores

ATIVIDADE/HORA: 534

Dança:                  99

Coral:                   65

Percussão            14

Teatro:                 85

Artesanato:          94

Cinema:               68

Fotografia:           17

Calango:              18

Áudio                    68

Folia de Reis         03

EVENTOS REALIZADOS

3

PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS:

17

PÚBLICO PRESENTE AOS EVENTOS:

1310 pessoas

GRUPOS ARTÍSTICOS ENVOLVIDOS: 9 (nove)

Coral São José das Culturas

Coral Porto dos Tambores (Porto das Flores)

Theatro de Repertório do Caminho Novo

Grupo de Dança Contemporânea Sobragy Dançando (Sobragi)

Calangueiros de São José das Três Ilhas

Filmes do Arraial

Equipe de fotografia digital São José

Equipe de áudio de eventos São José das Três Ilhas

Folia de Reis Estrela da Manhã (convidado)

MODALIDADE DE OFICINAS REALIZADAS: 8

Artesanato

Cinema

Fotografia

Áudio

Teatro

Coral

Dança contemporânea

Percussão

Nº DE ATENDIMENTOS DIRETOS:

70 (2 % da população)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

O projeto continou seu trabalho de trazer arte e cultura para todos e consolidar São José das Três Ilhas como centro irradiador de atividades artísticas e de educação patrimonial.

Há que se ressaltar quatro destaques no ano que ora finda: (1) a criação do grupo Porto dos Tambores, em Porto das Flores, em substituição ao coral original, que sofreu solução de continuidade; (2) o início do atendimento da oficina de argila para os alunos da escola municipal Prof. Herculano Horta e pré-escola (em São José); (3) a viagem de formação para o Festival de Inverno de Ouro Preto das integrantes do grupo teatral de São José, Theatro de Repertório do Caminho Novo e (4) o grande incremento e consolidação do grupo de dança contemporânea Sobragy Dançando, em Sobragi.

 

 

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2010

 

COMUNIDADES ATINGIDAS DIRETAMENTE: 6 (seis)

São José das Três Ilhas

Sobragy

Porto das Flores

Fortaleza

Vila São Francisco

Belmiro Braga (sede)

ATIVIDADE-HORA517

Dança:                106

Coral:                  105

Teatro:                  76

Artesanato:           88

Cinema:                32

Fotografia:            27

Calango:              17

Folia de Reis   02

EVENTOS REALIZADOS:

3

PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS:

8

PÚBLICO PRESENTE AOS EVENTOS:

1420 pessoas

GRUPOS ARTÍSTICOS ENVOLVIDOS: 8

Coral São José das Culturas

Coral Porto das Canções

Theatro de Repertório do Caminho Novo

Grupo de Dança Infantil Sobragy Dançando

Calangueiros de São José das Três Ilhas

Folia de Reis Estrela Guia

Filmes do Arraial

Equipe de fotografia digital São José das Três Ilhas

MODALIDADE DE OFICINAS REALIZADAS: 7

Dança

Teatro

Coral

Artesanato

Cinema

Fotografia

Calango

Nº DE ATENDIMENTOS DIRETOS:

170 (5 % da população)

65 atendimentos infantis em dança, cinema e artesanato

105 atendimentos a jovens e adultos em teatro, dança, coral e fotografia