a entidade

MEMORIAL DE ATUAÇÃO

 (de 2002 a 2015)

 

PEQUENO HISTÓRICO

A Ação Animatógrapho foi constituída em 8 de abril de 2002. É uma organização civil que tem por finalidades a promoção do acesso universal à cultura e a defesa e conservação do patrimônio histórico e artístico brasileiro.

Temos uma equipe fixa 13 artistas e técnicos e uma equipe flutuante com 15 outros artistas e técnicos e mais quatro estagiários, mormente das áreas criativas do audiovisual, teatro e fotografia.

Nossa atuação se dá prioritariamente nos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais e também em Pernambuco, Ceará e Paraíba.

Nestes mais de 13 anos de atuação, mais de 300 eventos foram realizados, a maioria na área de audiovisual e sempre de forma gratuita, alcançando um público estimado em 29.000 pessoas.

Realização de milhares de horas de oficinas artísticas e culturais, formação e incentivo de grupos artísticos, defesa e registro do patrimônio histórico e difusão e produção audiovisual são nossas prioridades e nossas expertises.

Nossos projetos alcançaram até hoje um total próximo a um milhão e meio de reais em investimento direto e através de leis de incentivo e promovem também a geração de emprego e renda de natureza cultural e artística em muitas regiões onde isso nunca havia ocorrido, gerando mais de 230 empregos e/ou ocupações por cachê e atingindo diretamente 41 municípios em eventos presenciais.

Dentre muitas realizações destaca-se a produção de 61 filmes, vídeos e programas de curta, média e longa duração em suporte digital, a criação de dois cineclubes e a criação e/ou manutenção de 16 grupos artísticos amadores, sendo que quatro permanecem em atividade em cinema, teatro, fotografia e artes tradicionais no interior em Minas Gerais.

Desde 2002 estamos em constante atividade e a partir de 2011, com o projeto audiovisual Pontão de Cultura Rapsódia Ausente, atingimos simultaneamente os estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco e Ceará, passamos a atuar também com plataformas de ensino de audiovisual à distância, promovendo oficinas e desenvolvendo conteúdo através de nossos hotsites sem abandonar o trabalho presencial que permanece sempre com grande intensidade.


COMPETÊNCIA GERENCIAL

Os projetos culturais desenvolvidos ou gerenciados pela Ação Animatógrapho obtiveram recursos através de convênios com instituições públicas dos três níveis de governo e com a iniciativa privada, por leis de incentivo e convênios diretos, promovendo geração de emprego e renda em regiões onde isso nunca havia ocorrido.

 

PREMIAÇÕES E DISTINÇÕES

A Ação Animatógrapho, através de seus projetos e em parceria e também pelo trabalho de seus colaboradores e de seus dirigentes tem construído um grande portifólio de premiações ao longo de 12 anos de atuação. São 32 prêmios e distinções em 21 eventos dignos de nota:

1) O Projeto Caravana Holiday Transmídia, selecionado no Chamamento Público nº 02 da Secretaria do Audiovisual (SAV/MinC, 2013), teve assinado seu convênio e está em plena em execução em Arraial do Cabo, RJ, tendo por objeto a cultura caiçara e a reserva extrativista marinha daquela região.

2) Com a peça No Curral,  Com Mais Amor, de Danyela Silvério, o grupo Theatro de Repertório do Caminho Novo ganhou três prêmios no 9º Festival de Teatro de São João Nepomuceno (o Nepopó), um dos maiores de MG.

3) O Theatro de Repertório do Caminho Novo levou seis prêmios no 10º Festival de Teatro de Varginha (MG, 2013) incluindo o de Excelência Profissional, Melhor Atriz e Melhor Atriz Coadjuvante.

4) O grupo Theatro de Repertório do Caminho Novo, do Ponto de Cultura São José das Culturas, ganhou cinco prêmios no 13º Festival de Artes Cênicas de Conselheiro Lafaiete (MG, 2013, um dos dez maiores do País para o teatro amador) na categoria comédia: Melhor Espetáculo, Melhor Direção, Melhor Atriz, Melhor Cenografia e Melhor Figurino.

5) Seleção para exibição na Jornada Mundial da Juventude (JMJ/Rio) dos filmes Calangueiros – uma viagem caipira pela Estrada Real e Aos Escravos e Santos, produzidos pelo grupo Filmes do Arraial, do Ponto de Cultura.

6) Projeto As Artes Que Vem do Mar foi selecionado no Edital de Demanda Espontânea do Ministério da Cultura em 2012.

7) Prêmio Economia Criativa (2012) para o projeto Caravana Holiday pela excelência na formação de competências criativas de jovens.

8) A entidade foi premiada no Edital Pontões 2009 do Ministério da Cultura com o projeto Pontão “Rapsódia Ausente”, em 2010. O projeto foi realizado em 2011/2012.

9) O projeto São José das Culturas ganhou em 2010 o Prêmio Asas pelo trabalho de inclusão cultural no interior do país, principalmente com jovens e pelas melhores práticas de difusão dos conceitos de ponto de cultura.

10) O Festival São José das Culturas ganhou o Prêmio Areté 2010/2011, por sua qualidade e abrangência cultural.

11) Melhor Filme pelo Júri Popular do 4º Festival de Cinema dos Sertões (2009) para o longa Calangueiros, uma viagem caipira pela Estrada Real, de Flávio Cândido.

12) Tela Brasil para o projeto Quase Santo, de Rafael Moreno (Sav/MinC, 2008).

13) O projeto Calangos&Calangueiros foi premiado no edital Etnodoc (através do diretor Flávio Cândido) em 2007.

14) Premiado no Edital de Iniciativas Locais do Instituto Votorantim (2007) com o projeto Caravanas do Caminho Novo da Estrada Real).

15) Prêmio Cultura Viva (2007) para o projeto São José das Culturas (Belmiro Braga, MG).

16) Prêmio Cultura Viva (2007) para o projeto Padop (Niterói, RJ).

17) Melhor Documentário do II Festival de Curtas de Três Rios (2006) para o curta Maceió É Aqui, de Rafael Moreno.

18) Em 2005 o projeto São José  das Culturas foi selecionado no Edital nº 03 dos Pontos de Cultura, do Ministério da Cultura.

19) Em 2004 o projeto Padop, para a Oficina do Parque, em Niterói/RJ, foi selecionado no Edital nº 01 de Pontos de Cultura do MinC.

20) Em 2002/2003, o projeto Caravana Holiday ganhou o Edital do Instituto Telemar

21) Em 2002 recebemos o apoio institucional da Unesco para o projeto Caravana Holiday.

 

MEMORIAL DE PARCERIAS

A Ação Animatógrapho construiu um grande rol de parcerias ao longo de sua existência com mais de 220 entidades públicas e privadas, dentre as quais destacamos: Unesco (com o projeto Caravana Holiday), Ministério da Cultura, Secretaria de Estado de Cultura/RJ, Secretaria de Estado de Cultura/MG, Instituto Votorantim, Instituto Estrada Real, Canal Futura, Secretarias de Educação e Cultura de Belmiro Braga, Fundação de Artes de Niterói e Secretarias de Cultura e de Educação, Ciência e Tecnologia de Niterói, RJ.

MEMORIAL DE PROJETOS

Atualmente a Animatógrapho desenvolve onze projetos culturais. Destes, oito são projetos próprios e três em parceria com empresas e instituições não governamentais:

1) Projeto Caravana Holiday (desde 2001) › ação de inclusão audiovisual, apoio institucional da Unesco. Recebeu patrocínio da Telemar e da S.E. Cultura/RJ. • Norte pedagógico audiovisual dos projetos da Ação Animatógrapho. Mais de 40 vídeos e filmes de curta, média e longa-metragem produzidos. Atingiu público da ordem de 12.000 pessoas.

2) Pontão de Cultura Rapsódia Ausente (2011/2014) › Projeto de audiovisual de abrangência nacional (RJ, MG, CE e PE) sobre migrações e conexões culturais. Oficinas de audiovisual e realização de filmes de ficção, animação e documentários sobre o tema.

3) Projeto São José das Culturas (desde 2006) › Ponto de Cultura em São José das Três Ilhas, patrimônio histórico de Minas Gerais. • Oficinas de arte e cultura, beneficiando 12% da população de Belmiro Braga (380 pessoas), na Zona da Mata de Minas Gerais.

4) Caravanas do Caminho Novo da Estrada Real (desde 2008) › projeto multicultural e de itinerância de bens culturais imateriais na região de Belmiro Braga. Ação cultural e educacional em áreas rurais de Belmiro Braga, Simão Pereira e Juiz de Fora. Patrocínio do Instituto Votorantim através da Lei Rouanet em 2008 e do Ministério da Cultura e Prefeitura Municipal de Belmiro Braga em 2010 e 2011.

5) Festival São José das Culturas › Sob o lema “Venha conhecer os artistas da terra!” é um dos maiores eventos culturais rurais de raiz de MG. Cinco edições já realizadas, reunindo mais de 1200 artistas profissionais e amadores (de 2006 a 2011).

6) Seminário de Política Cultural e Turismo › Debates e palestras acadêmicas. Cinco seminários realizados. Reúne estudiosos e intelectuais de importantes instituições culturais e educacionais do país (de 2006 a 2011).

7) Calangos&Calangueiros (desafio em canto e verso) › programa de valorização, resgate, pesquisa e registro da atividade calangueira em MG, RJ e SP. • Parceria com a Cândido&Moraes Ltda. – Produção de pgm para a TV Brasil (em exibição) e de um longa-metragem em exibição nos canais Curta! e CineBrasilTV).

8) Programa de Inclusão Audivisual e Digital da Oficina do Parque Padop (de 2005 a 2011) › projeto em parceria com a Oficina do Parque, Niterói, RJ. • Ponto de Cultura • Formação audiovisual para jovens em vulnerabilidade social em duas etapas: 390 horas (básico) e 410 horas (continuado). Capacitou cerca de 120 jovens para a produção audiovisual.

9) Niterói Encontra Niterói › projeto audiovisual para a TV. Série de documentários educativos e culturais com o Canal Futura, Fundação Niteroiense de Arte e o Fórum Cultural de Niterói. Foram produzidos 20 pgms de 26 minutos em total colaboração com outras sete entidades do setor audiovisual da cidade e que continuam atuando (2007/2008).

10) Caravana Holiday Transmídia › projeto de capacitação para a produção audiovisual para jovens estudantes e profissionais.

11) Estradas da História › novo Ponto de Cultura, desta vez em Levy Gasparian, para registro e catalogação do patrimônio cultural surgido da implantação e abertura de estradas no vale do Rio Preto,